sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Música do dia na FreeX!

Nada melhor do que passar a tarde curtindo um som irado!
A nossa dica de hoje são as músicas do "Pepper"

Confira as sugestões:


Por uma Curitiba com mais Bikes!

A Revista FreeX apoia a circulação de bicicletas em Curitiba e quer uma cidade com mais ciclovias e ciclofaixas. Entre você também nessa campanha e compartilhe!! 



Os Reis do Dogtown.

Hoje a FreeX começa o dia com uma dica cultural para nossos leitores: o filme "Os Reis do Dogtown".
Nos anos 70 as ruas de Venice, na California, foram palco de uma revolução no mundo do skate. Um grupo de amigos decidiu levar os movimentos do surf para o skate, criando movimentos agressivos e sinuosos. Eles formam os Z-Boys, um grupo que na sua grande maioria é formado por jovens que levam uma vida difícil em casa. Treinando em piscinas vazias da cidade, eles aos poucos vão se tornando verdadeiras lendas dentro do universo do skate.

Assista o filme completo: 



quinta-feira, 29 de novembro de 2012

PEOPLE ARE AWESOME

A dica de hoje é um vídeo irado que desperta adrenalina pura! Proezas das pessoas mais incríveis do mundo! Confira:


Mergulho: EXPEDIÇÃO ABROLHOS

Assista ao vídeo e conheça o paraíso para o mergulho no Brasil. Abrolhos é um parque formado por ilhas e cercado por dezenas de recifes e corais, que atingem até 15 km de extensão.

Confira:





Nike muda a sua equipe de surf para a Hurley


A Nike vai transferir todos os surfistas da sua equipe para a sua subsidiária Hurley. Esta alteração será consumada a partir do próximo dia 1 de Janeiro de 2013. O logotipo da Nike vai desaparecer dos eventos da ASP enquanto patrocinadora.

Na prática, isto significa que Julian Wilson (AUS), 24, Michel Bourez (PYF), 26, Alejo Muniz (BRA), 22, Kolohe Andino (USA), 18, Carissa Moore (HAW), 20, Lakey Peterson (USA), 18, e Laura Enever (AUS), 21, irão ter agora a Hurley como principal patrocinadora.


Música do dia

Confira a dica de som do dia da FreeX!


Dica X: Massagem após exercício ajuda na recuperação da musculatura


A massagem auxilia a amenizar os desconfortos e pequenas dores que aparecem depois dos treinamentos e ajuda na prevenção de lesões.
A situação é bastante comum entre corredores amadores. Basta você participar de uma prova desgastante ou treinamento puxado que os desconfortos e pequenas dores logo aparecem. Por conta disso, muitos atletas aliviam o incômodo através da massagem esportiva. Essa receita é bem simples: massagear as áreas que sofrem maior pressão após os treinos e corridas ajudam o atleta a conseguir uma recuperação muscular mais rápida e eficaz

.

Sustentabilidade: reciclagem de skates


Disposição, criatividade e pensamento sustentável fizeram com que uma empresa norte-americana reciclasse skates velhos e transformasse em anéis, brincos, colares, chaveiros e pulseiras.
Tudo começou em um projeto de reciclagem de skates para um trabalho de escola do filho e se tornou a Recycled Skateboards International (RSI), empresa que hoje recicla milhões de skates descartados nos Estados Unidos.
A criação das peças é feitas pelo casal na própria casa e o objetivo principal do trabalho é deixar a mensagem sobre a importância da reciclagem. 


quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Skate ou Surf?

Confira o vídeo de dois caras que ousaram no centro de Nova York andando de skate com suas pranchas de surf. Sim, isso mesmo... Assista ao vídeo:


Campanha contra a poluição dos mares e praias.

Durante essa semana está rolando uma campanha contra a poluição dos mares nas redes sociais e a Revista FreeX apoia essa idéia.

"O que vai para o oceano, vai para você também. Não jogue lixo no mar, não jogue lixo nas praias!"

Pense nisso e faça parte dessa campanha! 


Vídeo do dia: PELA RUA

Você conhece o programa PELA RUA, do Canal Off?
Super produções e muito skate de rua. Nesse episódio você confere uma session de skate totalmente livre em um rolê com o skatista André Genovesi em busca de obstáculos irados pelas ruas da Califa.  

Assista aqui


Conheça a importância do descanso ativo após as atividades físicas


Exercícios leves e de curta duração no lugar de repouso absoluto são mais eficazes para o organismo do atleta após treinamentos longos.
Depois de um treinamento longo, tudo que o atleta deseja é um repouso absoluto do corpo para recuperar a musculatura. Mas para que isso aconteça de forma rápida e eficaz, os especialistas apontam que o descanso precisa ser ativo, sem a interrupção total da atividade física.




Quando o esportista fica com o corpo parado no dia seguinte depois do exercício, o metabolismo não acelera e assim ocorre um acúmulo de toxinas resultantes das quebras químicas durante a atividade física realizada.
O descanso ativo possui uma função definida e deve ser programado como parte do planejamento do treinamento do atleta, com orientação e nutrição adequada.

Alpinista pratica yoga no topo de uma montanha

Martina Cufar, alpinista eslovena, encontrou um lugar inusitado para praticar ioga: no topo de uma montanha. Após ela passar três horas escalando, resolveu se alongar se equilibrando na Agulha de Midi, a cerca de 3.500 m de altura, na França.
O fotógrafo Lukasz Warzecha, de 29 anos, acompanhou a subida e foi responsável pelos registros da aventureira.

Correr ouvindo música.

Escutar uma trilha sonora durante a atividade pode estimular e causar efeitos na sua atividade.  Para alguns, o som no ouvido pode distrair e prejudicar no desempenho, enquanto para outros faz com que o tempo passe mais rápido, além de motivar o atleta.

Mas é preciso estar sempre atento na hora de atravessar ruas e cruzamentos, pois a música somada com a prática de exercícios causa falta de atenção em alguns praticantes.  

Porém, entre vantagens e desvantagens, uma boa música sempre anima qualquer pessoa.



Saiba mais sobre os prós e contras:
(+)

A música pode facilitar a corrida: estudos demonstram que ela reduz a percepção de intensidade do exercício em cerca de 10%. A noção de esforço do corredor é reduzida e ele tem a sensação de que pode correr mais rápido e por mais tempo. 

Torna o exercício mais satisfatório:
 a música também eleva aspectos positivos do humor, como entusiasmo e felicidade, enquanto reduz aspectos negativos, como tensão e cansaço.

Música melhora a corrida na esteira
na esteira os estímulos do meio ambiente não estão presentes, o que torna a música bastante útil. Quanto menos se percebe o esforço, menor o tédio. A música se torna um estímulo nesse caso.

(-)
A música pode tirar a percepção de problemas da corrida: ouvir música distancia o praticante dos outros sons produzidos pelo ato de correr, como a respiração e o impacto das passadas, que são informações importantes. 
Correr com som alto pode ser perigoso:  a música também afasta a pessoa do ambiente em que ela está, o que pode ser perigoso. O corredor pode não ouvir um carro, uma pessoa atrás dele, ou as instruções de uma prova.

O praticante pode ficar viciado em música: todos os corredores podem se tornar dependentes da música. Pode-se chegar a um ponto em que você perde a noção daquilo que é realmente motivador

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Vídeo do dia: Skate nas ruas de São Francisco, Califórnia.

Para fechar mais um dia, curta esse vídeo irado de skate nas ruas de São Francisco, na Califórnia.
Assista aqui




Green Coast UBT, música de atitude.

Já ouviu falar na banda Green Coast UBT?? Sonzeira de primeira diretamente da Escolinha do Zecão, na praia de Itamambuca, Ubatuba SP, formada por Miichel e Marco Aurelio Santos. A banda tem influência dos nomes mais quentes do rap nacional: PLANET Hemp, HAIKKAIS, MV BIll, Racionais e até Martinho da Villa.

Conheça o som dos caras que são leitores da FreeX e estão mandando ver no freestyle!


Foto:  Fábio Dias

Praia no verão? Cuidado com o sol!

Estamos na estação mais quente do ano, onde é constante dias de sol e calor forte. Aos apaixonados pela praia e mar, é preciso saber os cuidados necessários para se expor ao sol. 


O site Almasurf.com publicou uma matéria sobre os perigos e as prevenções a serem tomadas ao curtir uma praia no verão. 



Confira abaixo a entrevista do Almasurf sobre o assunto:

Almasurf.com: o surfista, que fica durante horas dentro d’água, lida com vários tipos de fatores, como exposição ao sol, água salgada, para citar alguns. Quais os riscos e como preveni-los?
Paula Noschese: com relação à proteção da pele dos raios solares, é vital que seja feita uma proteção adequada. Os raios solares são essenciais para a nossa saúde, mas sabemos que em excesso podem ser nocivos à pele causando desde envelhecimento precoce, ressecamento e manchas, até queimaduras e danos que podem contribuir com o surgimento do câncer de pele.  Por isso, é importantíssimo que se utilize um filtro solar com proteção de amplo espectro, ou seja, que proteja Raios UVA e UVB, com um Fator de proteção (FPS) adequado ao tipo de pele e à quantidade de exposição ao sol e que seja reaplicado frequentemente para garantir uma proteção constante. No caso do surfista, que passa muito tempo exposto ao sol e também exposto à água do mar que também agride a pele, os cuidados devem ser redobrados. Além de se protegem muito bem do sol, deve- se optar por fórmulas hidratantes que possam proteger a pele contra o ressecamento causado pela água do mar e vento e hidratar a pele depois da paia. Vale lembrar que a pele é a camada protetora do nosso corpo e mantê-la saudável faz parte da saúde de forma geral
.

O maior inimigo do surfista é o sol?
Sim. No caso do surfista, a combinação de longas horas de exposição associado à água do mar e vento, requer ainda mais cuidado com a proteção solar e hidratação e cuidado da pele.

Verdade ou mito: as pessoas com diferentes tipos de pele devem ter mais ou menos cuidado com relação a exposição do sol?

É um engano pensar que peles escuras não precisam de proteção. Todo o tipo de pele precisa se proteger. As peles com maior capacidade de pigmentação podem utilizar fatores de proteção mais baixos, mas isso não significa que não precisam de proteção. Os raios são nocivos a todos os tipos de pele. O engano em geral vem do fato de que as peles mais escuras em geral tendem a sofrer menos queimaduras solares e por isso temos a sensação de que não precisam de proteção, mas há raios nocivos que não provocam queimaduras e portanto não percebemos e também, mesmo que a pele não chegue a ter uma queimadura, não significa que o sol não agiu e não causou danos.


Fonte: Site Almasurf

"SUPlates" traz benefícios corporais do pilates com tranquilidade do Stand Up


A junção da prática de pilates com a meditação em cima de uma prancha de Stand Up Paddle tem feito sucesso.
Os praticantes executam exercícios de pilates enquanto se equilibram nas pranchas que flutuam na água. 
Além do desenvolvimento de uma série de músculos e partes do corpo, o esporte oferece também os benefícios cardiovasculares e espirituais.
A americana Karen Mirlenbrink é quem criou o SUPilates, na Flórida, Estados Unidos. 




Pista do Gaúcho ao Vivo!


Agora você pode acompanhar ao vivo o que rola na Pista do Gaúcho!  Uma câmera foi instalada no alto da praça e dá acesso a imagens da pista de skate durante todo o dia!


segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Leitor da FreeX quebrando a vala!

Conheça o leitor da freeX que sempre acompanha a revista e está quebrando a vala pelo litoral de São Paulo!
Esse é o Maruan Farah.


Blackflip – Manobra do surf ao FMX


A manobra conhecida no vocabulário dos esportes de ação é uma das poucas, senão a única, que possui relevância no skate, no surf, no BMX e na Moto. 
Conheça a seguir um pouco mais sobre a história dessa manobra:

SURF
- Timmy Curran, ex-competidor profissional, foi o primeiro a acertar o backflip no surf.
- Flynn Novack treinou durante 8 anos para completar o movimento que foi devidamente registrado e alardeado, em 2011
- Matt Meola, de Maui [HWI], vencedor do Innersection’s [prêmio oferecido aos melhores vídeos de manobras insanas], também conseguiu completar a manobra.
- Gabriel Medina mandou dois, registrados no Havaí.



SKATE
- O primeiro backflip no skate é atribuído ao skatista canadense Rob “Sluggo” Boyce. 
- Danny Way trouxe a manobra de volta a tona em 2006 durante os X Games.
- Allan Mesquita conseguiu colocar a manobra nas skateparks e Bob Burnquist, em 2011, fez sua releitura da manobra voltando um backflip christ air



BMX
- No dia 25 de fevereiro de 1990, durante uma competição na França, Mat jogou pela primeira vez um backflip. A manobra abriu infinitas possibilidades para o BMX.
- 10 anos depois, em 2000, Dave Mirra foi o primeiro piloto a acertar um double backflip. O feito aconteceu durante os X Games de San Francisco.
- Em 2011 o australiano Jed Mildon adicionou um giro nesta equação. Até hoje ele é o único BMXer a ter um triple backflip registrado.



MOTO
- Ano 2000, nos Gravity Games. O norte-americano Carey Hart rotaciona o primeiro backflip
- Mas a “era backflip” no freestyle motocross começaria definitivamente em 2002, nos X Games. O californiano Mike Metzger incluiu a manobra em sua apresentação na competição Freestyle.


Dica de saúde X: alimentação correta ajuda no desempenho do atleta

É fundamental que o atleta amador conheça mais sobre o índice glicêmico (potencial que cada alimento contendo carboidratos tem em elevar a glicemia ou açúcar no sangue). Tudo para garantir uma dieta saudável e se sair ainda melhor nos treinamentos. 


Alimentos que digerem rápido, como os sem fibras, viram rapidamente açúcar. Eles aumentam a insulina (hormônio que faz o transporte da glicose sanguínea para dentro da célula) no corpo e isso faz com que se depositem na forma de gordura.

Quanto mais rápida for a conversão do carboidrato em glicose, maior será o seu índice glicêmico. Isso gera um estímulo para o cérebro, que responde com a fome.
O resultado é que você come mais.

O atleta deve manter uma ingestão de carboidratos distribuída de acordo com a sua atividade física.
Antes de treinar por até uma hora, por exemplo, o indicado é o consumo de alimentos de alto a moderado índice glicêmico. Comer uma banana é opção mais correta.

Se for para um treinamento mais longo ou passar mais tempo se exercitando na academia após uma corrida na esteira, procure consumir antes destas atividades os alimentos de moderado a baixo índice glicêmico. 

Fonte: site Eu Atleta

Acesse www.revistafreex.com.br e confira as dicas de alimentação da nutricionista da FreeX, Simone Lorusso.

Foz do Iguaçu recebe os X GAMES


Em abril de 2013 a cidade de Foz do Iguaçu, no Paraná, receberá os X GAMES. Na disputa participaram mais de 40 cidades ao redor do mundo e Foz foi a escolhida entre as finalistas São Paulo e Rio de Janeiro para sediar os jogos nos próximos 3 anos.
Os esportes de ação estão integrados no estilo de vida de Foz do Iguaçu, especialmente aqueles ligados a natureza e a água.  E a participação dos esportes de ação vem crescendo a cada ano.
Foz do Iguaçu irá emprestar a sua beleza para o Global X Games e se tornar uma das capitais dos esportes de ação no mundo. De 18 à 21 de abril, o primeiro X Games de verão acontecerá com o cenário Cataratas do Iguaçu e na Usina de Itaipu.
Serão construídas estruturas bem parecidas com as estruturas dos X Games de Los Angeles. O evento terá três arenas diferentes que abrigarão as competições do BMX, Skate, MotoX e Rally. Além das pistas, em cada arena serão construídas estruturas completas com arquibancadas, bilheterias, lanchonetes e tudo para receber bem os fãs e atletas.

Coletiva em Foz sobre os X GAMES


Campeonato mundial de longboard feminino na China


Na última semana, a praia de Wanning, na China recebeu o SWATCH Girls Pro China, campeonato mundial de longboard. As brasileiras Chloe Calmon e Atalanta Nascimento foram eliminadas no Round 5 da competição. A havaiana Kealia Moniz foi a campeã do evento.



quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Desafio global

Você sabia que o sedentarismo mata tantas pessoas quanto o cigarro?
De acordo com uma pesquisa publicada na revista médica Lancet, estima-se que um terço dos adultos são sedentários.
Essa inatividade aumenta o risco de mortes por problemas cardíacos, diabetes, câncer de mama e do cólon. Os pesquisadores ainda afirmam que o caso, que já é considerado uma pandemia, tem causado cerca de 5,3 milhões de mortes por ano em todo o mundo.

"O desafio global é claro: tornar a prática de atividades físicas como uma prioridade em todo o mundo para aumentar o nível de saúde e reduzir o risco de doenças", afirma um dos coordenadores da pesquisa, Pedro Hallal, da Universidade Federal de Pelotas.
Fica a dica! Pratique atividades físicas, mesmo que apenas nos finais de semana! Movimente o esqueleto, aumente o astral, a saúde e viva o FreeX Life Style!
Acesse www.revistafreex.com.br e confira nossas dicas de treinamentos!


quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Surf Seguro

No mar todo mundo é igual. Precisamos tomar cuidado tanto com os outros quanto com nós mesmos.
Você pode até surfar a uma cara. Mas alguém ali pode não saber. Você pode até tomar cuidado, mas, assim como na vida, sempre tem algum desligado que pode dropar em cima de você, arrebentar o leash ou até deixar a prancha cair em você depois de um aéreo.
Sustos no mar são inevitáveis. Por isso, a última edição da FreeX tem uma reportagem especial sobre Surf Seguro.
Kalani Chapman em Pipeline. Foto: Billabong

Acesse: www.revistafreex.com.br e confira as dicas do salva-vidas brasileiro condecorado com honra ao mérito no Havaí, Romeu Bruno, que também foi responsável por trazer um padrão de resgate de surf ao nosso país.

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Surf Music em Curita



Unidos pela música e pelo surf, quatro amigos curitibanos subiram a serra trazendo um pouco dessa "positive vibration" do litoral.


Com influências que passam pelo reggae , rock , mpb e artistas, como Soja, Bob Marley, Katchfire, Dazaranha, Steel Pulse , Jorge bem Jor, Tim maia etc. os músicos estão quebrando a vala e animando a galera com a maior sonzeira toda quarta, no Trip Bar. Vale conferir!

Cris Cyborg no Brasil!

Uma das maiores atletas de MMA do mundo, Cris Cyborg, estará no Brasil. Confira sua agenda de aulões:

Radicalidade no Chile

O último final de semana foi contou com o maior show de esportes radicais já feito no Chile, foi o Progames 2012, que baseado no sucesso da versão de 2011, foi ainda mais atraente e deslumbrante.
Os melhores atletas do mundo estiveram presentes, como medalhistas dos X Games 2012 na Califórnia, Villegas Astroboy, do Motocross Freestyle, Colton Satterfield, do BMX, e o brasileiro Bob Burnquist, ouro na Mega Rampa de skate 2012.

video
Entre tantos campeões, estava o skatista Edgar Pereira "Vovô", que conquistou a medalha de bronze.
Atualmente, Vovô está entre os melhores skatistas, graças aos treinos funcionais que desenvolve com sua equipe, PSK Skates.
Acesse a versão online da Revista FreeX e confira os treinos de Vovô e sua equipe: http://www.revistafreex.com.br/

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Jovem campeão da família Gracie morre em acidente de carro

“Perdemos um guerreiro, ganhamos um anjo”, lamentou o companheiro de treinos Flávio Junior.

No último sábado, um acidente de carro tirou a vida do faixa-roxa Rulivan Gracie, em Santo Amaro da Imperatriz, no estado de Santa Catarina.
O jovem lutador, filho do mestre Crolin Gracie, seguia a tradição da família, tanto nas competições como no ensino e formação de jovens alunos, vocação que costuma marcar os Gracie.

Lamentavelmente, a fatalidade aconteceu no dia do aniversário de seu pai.
O jovem lutador de Jiu-Jitsu foi sepultado neste domingo, em Santa Catarina.
A Revista FreeX lamenta essa perda para as artes marciais brasileiras.

Skatistas curitibanos buscam um lugar ao sol


Em uma cidade onde o trânsito é cada vez mais intenso até para quem vai dar uma volta no parque, os skatistas não ficam para trás. Da canaleta ao fim da ladeira, Curitiba reserva um visual único.

Por Matheus Gasparin

Parece que os curitibanos só têm duas opções de lazer no final de semana. Quando chove, escolhem ir ao shopping, enfrentar filas para estacionar, comprar e gastar. Mas dias de sol confirmam a bipolaridade da capital. É quando as pessoas resolve que o capitalismo não está com nada, e parques como o São Lourenço ou Barigiui são refúgios que exigem horas de locomoção para se chegar. Mas entre os mais de 3 milhões de habitantes, Curitiba tem mostrado que os pneus dos carros não são os únicos que se amontoam de quatro em quatro pela cidade. Mais barulhentas, de diversas cores, formatos e materiais, também marcam presença as rodinhas dos skates. Um levantamento feito pela Federação de Skate do Paraná indica que existam de 60 a 80 mil praticantes do esporte na cidade. Livres do caos, os skatistas remam contra a maré do trânsito em busca de também garantirem seu lugar ao sol.
Praça do Japão/Foto: Matheus Gasparin


Poucas das 27 pistas públicas passam por manutenção da Prefeitura. Uma delas pode ser encontrada no próprio Parque São Lourenço, que abriga a principal pista para aqueles que curtem descer ladeira. Mas não é necessário ir aos grandes parques para notar que o esporte, criado na Califórnia nos anos 1940 e 1950, já fixou sua cultura por aqui. Quem passa pelo bairro São Francisco para curtir o clima otimista na Sorveteria do Gaúcho, vê que os skatistas dominam o pico. Logo em frente à sorveteria, na Praça do Redentor, a então batizada de Pista do Gaúcho também tem seu trânsito. A mais antiga pista de skate da cidade foi fundada em 1978 e se tornou berço de vários skatistas profissionais. “Comecei a andar de skate com o Ferrugem, o Daniel Vieira, a galera das antigas”, conta o arquiteto Augusto Bruel, de 28 anos, que há 15 frequenta o local. Vieira e Ferrugem, curitibanos, são hoje profissionais reconhecidos internacionalmente. “Aprender a andar ao lado de grandes nomes foi louco. Sempre vendo os caras decolando. Sempre tentando imitar, se quebrando”, disse, rindo. O arquiteto realmente se viciou no skate por causa do Gaúcho. Quando jovem, estudava próximo à pista. “Sexta-feira era o dia de matar aula, de se divertir mesmo. Até hoje encontro conhecidos. E toda semana, quase todo domingo a noite, eu estou por lá”.

Crianças, jovens e adultos, mulheres ou homens, são vistos se amontoando nas bordas da pista e na “teta” - um morro de cimento que lembra o formato de um seio. Percy Junior, de 23 anos, anda de skate desde os nove. Para ele, o Gaúhco o ajudou a evoluir no esporte. “A vantagem da pista é pegar base de equilíbrio e transições. Isso ajuda no seu próprio rolê”, comenta.

No Barigui, a busca pelo sol acontece no final do dia. A skatista profissional Helo Ferreira, de 20 anos, explica porque o pico do “cotovelo” vale a pena. “No cotovelo tem um pôr do sol único. Todo mundo fica até o fim do rolê e no fim da ladeira o sol se põe. É incrível”. Outro local que Helo gosta de andar é na bowl – um tipo de pista côncava – próxima ao São Lourenço. Apesar de ser um lugar privado, a skatista conta que vale a pena pagar R$ 5. “A vibe que o local proporciona e o pôr do sol que rola lá é demais”.

Além das pistas, a arquitetura urbana de Curitiba propicia um arriscado passeio no asfalto. “Tec, tec, tec” é o barulho que se ouve cada vez que um ônibus biarticulado passa pela canaleta da Praça do Japão. Chamado de “casquilhada”, é o barulho do acrílico ou do poliuretano das luvas de longboard que, ao baterem, funcionam como uma buzina para os skatistas. Douglas Bertoldi, de 22 anos, começou a usar o skate como meio de transporte. “Eu pegava o long [ou longboard; skate de formato mais longo] e andava pela canaleta, ia para todo lugar. Quando cheguei na praça, curti a descidinha e comecei a vir mais. Foi ali que comecei a dar slides [manobra onde o skate desliza de lado]”, conta. O visual e a localização incentivaram um grupo de skatistas a adotarem o local. “O mais legal é que ninguém se conhecia ali. A maioria do pessoal chegava sozinho, dava rolê sozinho e depois se juntou ao grupo. Tinha gente que não se gostava e acabou virando amigo, tudo por causa do long”. Hoje a comunidade existe até no Facebook, e reúne 79 membros. Diariamente é possível ver postagens do tipo: “Onde vai ser o rolê hoje? Japão?”, ou “Vou dar um rolê amanhã a tarde no barigua! To indo sozinha, alguém desempregado é afim?”.
Atleta X: Helo Ferreira/Foto: Matheus Gasparin/Praça do Japão


Bertoldi admite que o local é perigoso. “Os ônibus descem muito rápido, mas quem é acostumado a andar na canaleta tem que aprender a olhar toda hora, não descer enquanto ta vindo ônibus, acima de tudo ficar bem atento. A gente até aconselha o pessoal a não ficar ouvindo música no fone de ouvido para poder ouvir o ônibus vindo”. O pessoal da praça não perde o rolê nem na chuva. Para eles, a combinação água e asfalto só traz mais diversão. “Muda tudo com o asfalto molhado. O controle que você tem no seco some com a água”, explica. Mas a brincadeira tem sua desvantagem. “Eu, por exemplo, não curto andar na chuva. Exige uma manutenção no long depois da água que dá trabalho”, afirma.


Popularização

Em 2000, dados do Instituto de Pesquisa Datafolha apontavam que a comunidade de skatistas no Brasil quase se igualava ao número de habitantes em Curitiba, passando da marca de 2 milhões e 700 mil praticantes. Segundo a revista 100% Skate, em 2007 o país tinha mais de mil pistas de skate – um aumento de 116% em relação a 2003.

Em 2012, foi justamente Curitiba a cidade que abrigou o maior evento de comemoração ao dia do skate no Brasil. Estima-se que mais de 15 mil adeptos estiveram presentes na passeata que saiu da Praça 29 de Março até a Praça Nossa Senhora da Salete, em frente ao Palácio Iguaçu, no dia 17 de junho. Com apoio da Prefeitura, foram realizados shows de artistas locais e duas pistas foram montadas. Para o presidente da Federação de Skate do Paraná, Adalto Elias Pereira, o skate só perde para o futebol no número de praticantes, não só em Curitiba, mas em todo o estado. “É um esporte popular, que as Associações [de Skatistas] desenvolvem em cada bairro. O skate é praticado cada vez mais pelas classes baixas. Há um aumento considerável de praticantes a cada ano”, disse.
Go Skate Day 2012/ Foto: Matheus Gasparin

Paraquedista salta de avião com skate

O paraquedista Surian “Migalha" salta por obstáculos e prova que skate e paraquedismo andam juntos. Em 2009, este paulistano apaixonado por esportes radicais fez um salto de 12 mil pés a 300 km/h com um skate amarrado aos pés, em Boituva, interior de São Paulo.

“Saltar de um avião com um skate foi a realização de um sonho que tinha desde criança”, conta o paraquedista.

Surf brasileiro na Indonésia

Peterson Crisanto, surfista brasileiro de 20 anos, conhecido por suas manobras aéreas passou duas semanas na Indonésia treinando nas ondas da Ilha Sumbawa. Viagem que resultou em um vídeo irado de surf, confere aí!

Música

Hora de começar mais uma semana pós feriado!
A dica para começar a tarde é esse som irado do Black Alien - Como eu te quero.
Boa tarde!

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Bungeejump: conheça o salto mais perigoso do mundo


Bungeejump é um dos esportes de aventura que proporciona mais adrenalina para o praticante. Mas se isso não bastasse, ainda existem aqueles que conseguem ousar deixando o salto mais emocionante. 
É o caso desse vídeo onde o salto é feito de uma ponte tão baixa que possibilita que o corpo do atleta encoste na água. 



As 5 melhores pistas de skate do mundo na visão de Sandro Dias.


O Hexacampeão mundial, Sandro Dias, está há mais de 20 anos quebrando tudo no skate e é autoridade na hora de opinar sobre as melhores pistas do planeta depois de ter rodado o mundo atrás delas.



Veja a lista das melhores pistas do mundo feita por Sandro Dias:

5º Lugar: Skatepark SMP: Xangai, China
 "Um monstro de pista, considerada a maior skate park do mundo. É um paraíso de concreto, e o melhor, nunca está lotada."

4º Lugar: Woodward: Stallion Springs, Califórnia
"É um acampamento de esportes radicais e ginástica olímpica. Posso dizer que é outro paraíso, com variedade e qualidade. Quando vou para lá, tento me policiar para não gastar todas as energias no primeiro dia de tão irada que é. Em épocas de camping é mais divertido ainda, dividirmos as sessions com a garotada". 

3º Lugar: Tony Hawk Half Pipe: Vista: Califórnia
"O half pipe do Tony Hawk é um dos melhores do mundo, fica dentro de um galpão em seu escritório. Quando estou na Califórnia é a pista que frequento diariamente".

2º Lugar: Pista do Parque Juventude: São Bernardo do Campo, São Paulo.
"Essa pista foi onde comecei a andar de skate. Para mim, é a melhor pista pública do Brasil, talvez até do mundo pela estrutura que oferece, variedade de pistas, organização, segurança, etc. É sempre muito divertido andar em São Bernardo e rever os velhos amigos."

1º Lugar: A minha Pista! Vargem, São Paulo.
"Pista em casa merece o primeiro lugar! Tranquilo, sossegado, sessão sem compromisso, diversão total."

Prêmio Melhores atletas do ano do Paraná – Revista 1º Round


Chega mais um fim de ano e com ele a expectativa dos atletas paranaenses para o resultado do Prêmio Melhores do Ano, promovido pelos nossos parceiros da Revista 1º Round.

Os jurados já foram escolhidos e o resultado será divulgado na última edição do ano da revista (segunda quinzena do mês de dezembro). Nessa edição a comissão de jurados será formada por membros da Federação Paranaense de Boxe Tailandês e MMA, por membros da Associação Paranaense de Lutas, do site Primeiro Round, do programa Nocaute Transamérica, além de outros companheiros de mídia especializada que cobrem os eventos locais. Nos próximos dias será divulgada os  nomes dos indicados de cada categoria de premiação.



Confira o nome dos 20 jurados já escolhidos:

Alexandre Caldas (Associação Paranaense de Lutas)
Guilherme Vieira Doni (Associação Paranaense de Lutas)
Roberto Picinini (Associação Paranaense de Lutas)

Júlio Borges (Federação Paranaense de Boxe Tailandês e MMA)
Ronaldo Leite (Federação Paranaense de Boxe Tailandês e MMA)
Felipe "Combate" (Federação Paranaense de Boxe Tailandês e MMA)

Marcio Valle (Primeiro Round)
Marlon do Valle (Primeiro Round)
Larissa Joly (Primeiro Round)
Luiz Danilo (Primeiro Round)

Dr. Oscar Acha (Médico de lutas)
Felipe Shonrock (Cutman)

Ricardo Campelo (Nocaute Transamérica)
Leo Oda (Nocaute Transamérica)

Juliana Galliano (Blog Ju no MMA)
Cristian Garcia (City Fight)
Márcio (Videos MMA)

Alexander Carlos (Leitor)
Renato Holanda (Leitor)
Bruno Lúcio Pacheco (Leitor)

Fonte: Site 1º Round